h1

Linguagem, Língua, Discurso e Estilo

03/08/2010

Linguagem

De acordo com Rocha Lima: “em sentido amplo pode-se entender por linguagem qualquer processo de comunicação”:
a) a mímica, usada pelos surdos-mudos e pelos estrangeiros que não sabem a língua de um país;
b) o semáforo, sistema de sinais com que se dão avisos aos navios e aivões que se aproximam das costas ou dos aeroportos;
c) a transmissão de mensagens por meio de bandeiras ou espelhos ao sol, empregado por marujos, escoteiros,etc.
Para a lingüística, porém, só apresenta interesse aquele tipo de linguagem que se exterioriza pela palavra humana, fruto de uma atividade mental superior e criadora. Há dois tipos de expressão lingüística : a falada e a escrita.”

Línguística seria a ciência que estuda a linguagem, particularmente, a linguagem articulada, ou seja, a língua, ou linguagem verbal.

De acordo com Celso Cunha e Lindley Cintra, “Linguagem é um conjunto complexo de processos _ resultado de uma certa atividade psíquica profundamente determinada pela vida social _ que torna possível a aquisição e o emprego concreto de uma língua qualquer” e “Usa-se também o termo para designar todo sistema de sinais que serve de meio de comunicação entre os indivíduos. Desde que se atribua valor convencional a determinado sinal, existe uma linguagem, ou seja, a linguagem falada ou articulada.”
Temos assim a linguagem da pintura, da escultura, da arquitetura, da dança etc.

Língua

O que seria a língua?

Os signos compõem a língua, sistema de expressão e de comunicação de um grupo social, povo ou nação.
Por exemplo: os brasileiros falam a língua portuguesa.

Para os mesmos autores já citados, “a língua é um sistema gramatical pertencente a um grupo de indivíduos. Expressão da consciência de uma coletividade, a língua é o meio por que ela concebe o mundo que a cerca e sobre ele reage. Utilização social da faculdade da linguagem, criação da sociedade, não pode ser imutável; ao contrário, tem que viver em perpétua evolução, paralela à do organismo social que a criou.”

“A língua é a criação, mas também o fundamento da linguagem _ que não poderia funcionar sem ela _ ; é , simultaneamente, o instrumento e o resultado da atividade de comunicação. Por outro lado, a linguagem não pode existir, manifestar-se e desenvolver-se a não ser pelo aprendizado e pela utilização de uma língua qualquer. A mais freqüente forma da manifestação da linguagem _ constituída de uma complexidade de processos, de mecanismos, de meios expressivos _ é a linguagem falada, concretizada no discurso, ou seja, a realização verbal do processo de comunicação.”

Discurso

E o que você entende por discurso?

O discurso é um dos aspectos da linguagem _ o mais importante _ e, ao mesmo tempo […], a forma concreta sob a qual se manifesta a língua. O discurso define-se, pois, como o ato de utilização individual e concreto da língua no quadro do processo complexo da linguagem. Os três termos estudados _ linguagem, língua, discurso designam no fundo três aspectos, diferentes mas estreitamente ligados, do mesmo processo unitário e complexo.”
A partir do momento em que utilizamos os signos para compôr uma língua ou linguagem, temos o Discurso , que vem a ser a atividade língüística do indivíduo, o ato de comunicação verbal, a língua, ou a linguagem em uso. Assim, temos o discurso da dança quando dançamos ou quando assistimos a um espetáculo, o mesmo ocorre com o cinema, com a música, com a pintura, etc.

Estilo

O que seria estilo?

Rocha Lima ainda nos diz que “A língua é um sistema: um conjunto organizado e opositivo de relações, adotado por determinada sociedade para permitir o exercício da linguagem entre os homens”.

“A contribuição pessoal do indivíduo, manifestada na seleção, por ele feita, dos recursos que a língua subministra, é o que se chama, em sentido lato _ estilo, que Sêneca já havia definido como ‘o espelho da alma’.”

Sêneca foi um poeta latino que escreveu sátiras. Viveu na época de Nero, sendo seu preceptor, ou seja, professor.

“Os aspectos regionais de uma língua, que apresentam entre si coincidência de traços lingüísticos fundamentais, constituem os dialetos.”

“Calão é a língua especial das classes que vivem à margem da socidade, de caráter acentuadamente esotérico, artificialmente ‘fabricada’_ diz Dauzat _ para se poderem compreender entre si os indivíduos de certo grupo, sem serem entendidos pelos não-iniciados. Inspirada na dissimulação dos malfeitores, cria um conjunto de convenções que a estremam da língua-comum a que pertence, posto que nesta se desenvolva e emaranhe.”

“Gíria é a língua especial de uma profissão ou ofício, de um grupo socialmente organizado, quando implica por sua vez, educação idiomática deficiente. A gíria atinge a fraseologia e, especialmente, o vocabulário, já pela criação de palavras, já por se atribuírem novos valores semânticos às existentes. Freqüentemente, a serviço da expressividade ela se insinua na linguagem familiar de todas as camadas sociais.”

“A gírias dos grupos sociais de cultura elevada dá-se o nome de línguas profissionais ou técnicas. Em diferentes graus, têm sua linguagem mais ou menos especializada os médicos, os engenheiros, os filósofos, os diplomatas, os economistas, etc.”

Cada indivíduo, tem o seu modo de fazer um discurso, da mesma maneira, de acordo com a época ou com o lugar em que vive ou viveu, o indivíduo terá seu estilo de fazer um discurso. Assim, o estilo é o modo peculiar com que uma pessoa exprime seus pensamentos ou emoções. Cada autor tem seu estilo próprio, por exemplo, Machado de Assis tinha seu estilo de escrever, Renoir tinha seu estilo de pintar, Fernanda Montenegro tem seu estilo de representar, etc.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: